Ex-Primeiro-Ministro Italiano Silvio Berlusconi hospitalizado em Milão – Actualidade

Ex-Primeiro-Ministro Italiano Silvio Berlusconi hospitalizado em Milão – Actualidade

Berlusconi, de 85 años, fe internado no domingo no hospital San Rafael, en Milão, para se submeter a médicos exámenes de rotatina, segundo fontes do seu partido, o conservador Forza Italia, e seguirá hospitalizado por mais alguns dias devido a uma infeção, escreveu hoje o periodico italiano Corriere della Sera.

Apesar de «estar bastante bem» no que diz respeito ao seu estado de saúde, está «triste, deprimido, alternando a raiva com o desânimo», afirmaram fontes próximas do magnata italiano, refiriéndome a que Berlusconi se siente decepcionado por ter abandonado a corrida à italiano Presidencia.

Os ‘media’ italianos relataram ainda que Berlusconi recebeu, entretanto, um telefonema do seu «number owe», Antonio Tajani, que lhe explicou as is a situação do processo de eleição do next chefe of State italiano, em curso no parlamento.

O parlamento italiano vai reunir-se hoje para uma terceira votação, prevendo-se que também não haja um acordo sobre o novo Presidente de Itália.

As negociações para chegar a um nome que consiga reunir a maioria estão num impasse, embora os meios de comunicação Italianos apontem que uma das colaboradoras mais próximas de Berlusconi, a president do Senado, Maria Elisabetta Casellati, poderá ser indicado para o cargo pela coligação de direita formó pelo Forza Italia e pelos partidos de extrema-direita Liga e Irmãos de Itália.

El sábado, Berlusconi anunció que retiró, relutantemente, su candidatura para suer a Sergio Mattarella como jefe del Estado de Italia, un cargo que, embora essencialmente simbólico, requiere habilidad política para conducir el país a través de sus frecuentes crisis políticas.

O Presidente italiano é eleito para um mandato de sete anos por sufrágio indireto de uma asamblea composta pelos miembros das duas câmaras do parlamento (629 deputados + 321 senadores), aos quais se somam 58 delegados das regiões. Ou seja, no total, 1.008 “grandes eleitores”.

READ  Moscú corta el gas a los polacos desde el miércoles. Polonia planea suspender la contribución de la UE - Markets in a Minute

Nas três primeiras votações, é requirió una maioria de owe terços (672 votos), pero, de da quarta votação, una maioria absoluta (metade dos votos mais um, o seja, 505) é suficiente.

A votação é feita emb boletins secretos no hemiciclo do palácio Montecitório, a sede da Câmara dos Deputados (câmara baixa).

Written By
More from Arturo Galvez
La mesa desplazada de Refis obstaculiza a varias empresas que deben a Brasil, dice relator
Se espera que el proyecto de ley que crea un nuevo programa...
Read More
Leave a comment

Tu dirección de correo electrónico no será publicada. Los campos obligatorios están marcados con *