Vhils apresenta pela primeira vez peças em azulejo em exposição em Espanha

El artista portugués Alexandre Farto (Vhils) inauguró na sexta-feira, em Sevilha, a primeira exposição a solo em Espanha, na qual apresenta pela primeira vez peças criadas com tiles.

En “Fractal”, que se inauguró en la sexta feria al final del día en la galería Delimbo, Vhils presentó “peças criadas com recuso a novas técnicas e meios desenvolvidos nos últimos owe anos”, de acuerdo con uma publicaçao partilhada en la página oficial del artista en la red social de Instagram.

“É o resultado de um processo de introspeção, reflexindo a sensação conflictuante de ansiedade, causado by recent events, e como estes afetaram a psique individual e colletiva”, escreveu Vhils sobre a exposição.

Esta será una primera vez que el artista portugués apresenta criadas com azulejos, “que nesta mostra foram concebidos para estabelecer a referência ao património cultural between Portugal e Espanha, eo specífico legado da azulejaria of Lisboa, cuja origem remonta à cidade de Sevilha, há pero de cinco séculos”.

A deconstrução que causa desconfort”

Como peças apresentadas em “Fractal”, como um todo, “possuem uma intensidade energetica que destroi preconceções de humanidade, bem as a compreensão individual of each um”.

“Elas esculpem uma fissura inevitável, que nos obriga a reexaminar a condição humana, que agora, mais do que nunca, precision de transformação. Com ‘Fractal’ quero apresentar a desconstrução que causa desconfort, mas que é um ato de criação, um esculpir no espaço: pela diferença, pela novidade, pela evolução. Um confronto direto com quem somos, e, mais important, com quem estamos prestes a tornar-nos”, lê-se na publicação.

Una exposición, de entrada libre, estará patentada en la galería Delimbo, até 9 de abril.

READ  Los demócratas en el Congreso acaban de condenar la reforma policial

Quem é Alexandre Farto?

Nacido en 1987, Alexandre Farto cresceu no Seixal, onde começou for paint walls and comboios com ‘graffiti’, a los 13 años, antes de rumar a Londres, para estudiar Belas Artes, na Central Saint Martins.

Captou ha atenção a ‘escavar’ muros com retratos, um trabalho que tem sido reconhecido a nível nacional e internacional, y que já levou o artist a vários cantos do mundo.

Além de várias criações en Portugal, Alexandre Farto trabaja en países y territorios como Tailândia, Malásia, Hong Kong, Itália, Estados Unidos, Ucrânia y Brasil.

En 2014, inaugurada en la primera gran exposición de la institución nacional, o Museu da Electricidade, en Lisboa: “Dissecação/Dissection” atraiu mais de 65 mil visitantes en tres meses.

Em 2015, o trabalho de Vhils também chegou ao espaço, através da Estação Espacial Internacional, no âmbito do film “O Sentido da Vida”, do director Miguel Gonçalves Mendes.

Em 2010, con la francesa Pauline Foessel, fundou a plataforma cultural Underdogs, que se divide entre el arte público, con pinturas nas paredes da cidade, exposições denttro de portas, no n.º 56 da Rua Fernando Palha, em Lisboa, um antigo armazém recuperada y transformada en galería, y la producción de obras artísticas originales.

More from Ambrosio Badillo
La propuesta de Gabriel en Valencia es noticia en España
O Valencia está interesada en la adquisición de Gabriel Appelt y ya...
Read More
Leave a comment

Tu dirección de correo electrónico no será publicada. Los campos obligatorios están marcados con *